BrasilDestaques

Vaticano autoriza abertura do processo de beatificação de Padre Cícero

O bispo Dom Magnus Henrique Lopes, da diocese da cidade de Crato, no Ceará, revelou, nesta manhã de sábado (20), que o Vaticano autorizou a abertura do processo de beatificação do Padre Cícero Romão Batista na igreja católica. O anúncio ocorreu em missa realizada no Largo Capela do Socorro, em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará.

“Queridos filhos e filhas da Diocese do Crato, romeiros de todo Brasil, é com grande alegria que eu vos comunico nesta manhã histórica que recebemos oficialmente da Santa Sé, por determinação do santo padre, o papa Francisco, uma carta do dicastério para a causa dos santos, datada do dia 24 de junho de 2022. Recebemos a autorização para a abertura do processo de beatificação do padre Cícero Romão Batista que, a partir de agora, receberá o título de servo de Deus”, disse o bispo na celebração.

Beatificação, no catolicismo, é o processo no qual é reconhecido pela igreja os feitos de uma pessoa, a qual, agora, se encontra no Paraíso, em estado de beatitude. Ou seja, no caso de Padre Cícero, seu culto passa a ser permitido, mas apenas no local onde nasceu ou viveu.

Em Juazeiro do Norte, cidade localizada no Cariri cearense, é a casa da estátua gigante de Padre Cícero, figura importante na emancipação da cidade em 1911 e ex-prefeito do local. Com 27 metros de comprimento, o cartão postal da cidade está localizada no topo da Colina do Horto, a 495 km da capital Fortaleza.

MaisPB

Botão Voltar ao topo