Secretário diz que já é possível ver declínio na ocupação de leitos na Paraíba, devido a decreto

Geraldo Medeiros – (Foto: Sistema Arapuan de Comunicação)

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, comentou, em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, nesta quinta-feira (10), que já é possível observar um declínio na ocupação dos leitos de Covid-19, e acredita que essa mudança se deu devido às medidas restritivas do novo decreto estadual. “A ocupação de leitos na Grande João Pessoa está em 73%, na região de Campina Grande, em 75%, apenas no Sertão que ainda está alta com 93%”, comentou.

“É importante que a população tenha consciência neste momento e colabore efetivamente evitando festas juninas. Não há motivo para comemorar São João e São Pedro, nem fora, nem dentro de casa. Vamos deixar para o próximo ano, visto que as reuniões que aconteceram no dia das mães adoeceram muitos paraibanos”, lembrou.

O secretário falou também a respeito da chegada das vacinas da Janssen à Paraíba são esperadas mais de 52 mil doses até 15 de junho. As doses devem ser distribuídas de maneira proporcional aos 223 municípios paraibanos, em até 24 horas após o recebimento do lote. A aplicação das vacinas deve acontecer em, no máximo, uma semana para pessoas com comorbidades e profissionais da educação.

O secretário destacou ainda que já foram distribuídas mais de 1,9 milhão de doses e que em junho irá receber mais 800 mil. “Ao longo do segundo semestre há previsão de muitas doses a serem enviadas, aumentando a população vacinada. Já alguns municípios estão vacinando a população em geral, por ordem decrescente de faixa etária a partir de 59. Mas retardatários, idosos e com comorbidades de todos os grupos poderão procurar”, disse.

Segundo Medeiros, antes do lote da Janssen, devem chegar mais oito mil doses de Coronavac para retardatários em relação a 2ª dose e no sábado serão aproximadamente mais 10 mil doses para resolver de uma vez o grupo que ainda está esperando a segunda dose.

Marília Domingues/Diego Almeida