Queiroga culpa não vacinados por casos graves

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assumiu nesta quinta-feira (13) que os pacientes acometidos pela doença e necessitados de atendimentos em hospitais e nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) são pessoas ainda não vacinadas contra o vírus e defendeu a vacinação contra a Covid-19.

“Assistimos nos últimos seis meses a uma queda significativa de óbitos, fruto da campanha de vacinação. Muitos têm relatado que ela causa formas menos impactantes da doença, sobretudo, nos vacinados. Mas aqueles que se internam nos hospitais e nas unidades de terapia intensiva, a grande maioria são de indivíduos não vacinados”, afirmou Marcelo Queiroga.

A fala do ministro ocorreu durante cerimônia realizada para receber a primeira remessa dos imunizantes pediátricos da Pfizer. Na ocasião, Marcelo Queiroga voltou a afirmar que a decisão em vacinar às crianças, cabe somente aos pais ou responsáveis pelos menores de idade. defendeu a vacinação contra a Covid-19 e

MaisPB