Paraíba se recusa a sediar jogos da Copa América

João Azevêdo recusa enviar proposta à Copa América (Foto: Reprodução/Twitter)

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), decidiu que o estado não está aberto a sediar jogos da Copa América. O gestor destacou os números da pandemia do novo coronavírus inviabilizam a realização de grandes eventos. No Twitter, João Azevêdo pontuou que países vizinhos já se negaram a receber o campeonato e falou que, neste momento, a prioridade é vacinar a população.

“A Paraíba, apesar de nossos esforços, vive um aumento nos números da Covid-19. Acreditamos que não seja a hora de sediar grandes eventos, e que não será possível apresentar qualquer proposta do Governo do Estado com relação à Copa América, já refutada por países vizinhos. O que precisamos agora são vacinas, em quantidade suficiente e com celeridade. Quando as vidas das pessoas estiverem a salvo, aí sim, podemos pensar em eventos de grande porte”, publicou o governador.

O Brasil foi anunciado como sede da Copa América 2021 nesta segunda-feira (31). Inicialmente, o torneio seria disputado na Colômbia e na Argentina, mas os países desistiram de realizar a competição. Ao anunciar o Brasil como novo país-sede, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) agradeceu “ao presidente Jair Bolsonaro e à CBF por abrirem as portas para o evento”.

Portal Correio