‘Nunca deixarei de ser Luiza do Canadá’: paraibana relembra meme que completa 10 anos

Na época, Luiza tinha 17 anos — Foto: Bruno Azevedo/G1

Topo dos trending topics, participação no Jornal Hoje e até comentário em show do cantor Lenine, o meme “Luiza no Canadá” completou dez anos nesta terça-feira (11). Nesse mesmo dia, em 2012, ia ao ar a propaganda que virou o hit na internet. Uma década depois e longe dos holofotes, Luiza Rabello, que não está mais no Canadá, relembra a repercussão.

Aos 27 anos, ela hoje trabalha como dentista em João Pessoa. Casada desde 2021 com o empresário David Lira, ela espera o primeiro filho, que deve nascer ainda no primeiro trimestre deste ano.

Meme “Luiza no Canadá” surgiu em propaganda de um empreendimento imobiliário — Foto: Reprodução/YouTube

‘Menos Luiza, que está no Canadá’

Tudo começou quando o pai de Luiza, o colunista social Gerardo Rabello, foi convidado para fazer o comercial de um novo empreendimento imobiliário na Paraíba em uma TV local. A frase surgiu porque a ideia da propaganda era mostrar toda a família, e Luiza, à época com 17 anos, estava fazendo um intercâmbio no Canadá.

Não demorou para frase “Menos Luiza, que está no Canadá” ganhar repercutir. Em poucos dias, Luiza Rabello viu a sua vida de estudante intercambista ser transformada.

“Foi uma avalanche de coisas acontecendo ao mesmo tempo. Eu sabia do comercial, mas não sabia da citação do meu nome. Então, para mim, foi um susto. Descobri junto com o meme”, lembra.

Do anonimato para a ‘fama’

Naquele mês de janeiro de 2012, a adolescente foi do anonimato para hit na web, recebeu propostas comerciais e deu entrevistas à imprensa, o que antecipou sua volta ao Brasil. A repercussão foi tanta, que até artistas consagrados entraram na brincadeira.

Foi o caso do cantor Lenine, que em show feito em João Pessoa agradeceu a presença de todos que foram, menos de Luíza. “Que maravilha. Está todo mundo aqui, rapaz. Só não está a Luíza, que está lá no Canadá”, brincou o cantor antes de começar o show.

Pai de Luiza, Gerardo Rabello afirmou ao g1 que, antes mesmo de pisar em solo brasileiro, a jovem já estava cheia de propostas de trabalho, que foram muito bem aproveitadas.

“Na época nem existia esse termo influenciadora. Existiam as primeiras meninas que trabalhavam com moda e tinham ainda as blogueiras. Fiz algumas publicidades. E, como meu pai sempre diz, surfei na onda do que o momento me proporcionava”, conta.

A grande exposição chegou a incomodar a jovem em vários momentos, especialmente no início de tudo. Mas ela diz conseguiu lidar bem com a situação.

“A grande exposição me incomodava um pouco, porque eu não entendia direito por que as pessoas estavam querendo me pôr na mídia. Mas tirei tudo de letra, graças a Deus e a meu pai, que soube conduzir tudo da melhor forma.”

Luiza Rabello trabalha como dentista em João Pessoa — Foto: Luiza Rabello/Arquivo pessoal

Por Luana Silva, g1 PB