Diácono Joselino é ordenado Sacerdote. O mesmo será vigário paroquial em Picuí

Celebração aconteceu na Igreja Matriz de Nossa Senhora das Mêrces, em Cuité-PB.

Foi sob o olhar protetor da Virgem Maria, a Mãe das Mercês, que o Diácono Joselino Mendes foi ordenado Presbítero para a igreja, na noite desta sexta-feira (14), em mais um dia histórico para a Diocese. A celebração foi presidida pelo Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos e aconteceu na Igreja Matriz de Nossa Senhora das Mercês, em Cuité-PB, reunindo o clero, seminaristas, religiosos, familiares e amigos de Joselino Mendes e autoridades locais.

Homilia

Ao trabalhar sua homilia nesta ordenação, Dom Dulcênio foi enfático ao falar sobre a beleza do ministério sacerdotal, afirmou que o sacerdócio se constrói passo a passo desde a estadia do candidato no seminário, e destacou que a vocação ao sacerdócio é um grande mistério. Ao refletir a primeira leitura que fala sobre o chamado de Jeremias, o bispo correlacionou à vida do Diácono Joselino, frisou também, que todos são chamados por Deus, mas cabe a cada pessoa responder tomando uma decisão se seguirá ou não aquilo que Jesus propõe e convida.

“Antes mesmo que entendêssemos as coisas do mundo, Deus nos elege para uma missão específica. Isso acontece na vida de cada irmão e irmã. Todos somos chamados por Deus. Todos somos eleitos por Deus. Basta que nos levantemos e tomemos a decisão de seguir o que ele nos pede. Diácono Joselino, você nunca estará só. Deus mesmo promete que estará contigo”, comentou.

Ao explicar o Evangelho de Jo 17,6.14-19, o bispo esclareceu aos fiéis que se trata da Oração de Jesus, oração que costuma ser chamada de “Oração sacerdotal” de Jesus, ou simplesmente de “Oração de Cristo pela união”, e que se divide da seguinte maneira: 1 Pai e Filho; 2 Filho e discípulos; 3 Filho e discípulos futuros. E assim prosseguiu: “Diácono Joselino, demais diáconos presentes e meus irmãos no sacerdócio: sejamos unidos! O Pai e o Filho são uma só realidade, com uma unidade substancial. Jesus Cristo pede que haja entre os seus uma união”, pontuou.

Ao concluir, pediu ao clero presente e a todo povo de Deus, que fossem assíduos na busca pela santidade: “Cristo pede que os discípulos sejam santos, consequentemente, que nós sejamos santos. Ser santo significa pensar e querer como Cristo, evitando a desunião, os grupos fechados, o individualismo, caminhar com o seu bispo. Lutem continuamente para evitar as inclinações que levam para o mal. Somos Ministros do Senhor, devemos dar testemunho”, findou.

O Rito

Como segundo grau da Ordem, a ordenação presbiteral ou sacerdotal é constituída por seis partes: eleição do candidato; homilia; propósito do eleito; ladainha; imposição das mãos e prece de ordenação; unção das mãos e entrega da patena e do cálice.

Sobre o Neo Sacerdote Joselino Mendes

É da paróquia de São Judas Tadeu, que fica no bairro das Nações, em Campina Grande. Ele ingressou no Seminário Diocesano no ano de 2010 onde passou pelo propedêutico e, posteriormente, cursou as graduações da Filosofia e Teologia. As paróquias onde atuou prestando serviço pastoral foi a Paróquia São Miguel Arcanjo (Barra de São Miguel-PB), Paróquia de Nossa Senhora do Rosário (Aroeiras-PB), Paróquia de Nossa Senhora do Desterro (Boqueirão-PB) e fez estágio pastoral na Paróquia de Nossa Senhora do Desterro, sendo esta com sede na cidade de Baraúnas-PB. Exerceu seu diaconato na Paróquia de Nossa Senhora das Mercês.

Em Carta Circular divulgada no último dia 17 de dezembro, o Padre Joselino foi nomeado pelo Bispo Diocesano para ser Vigário Paroquial na Paróquia de São Sebastião, em Picuí-PB e sua apresentação está marcada para o dia 5 de março.

Por: Ascom | Correção: Beatriz Macedo | Fotos: Bruno Oliveira