Bruno publica nessa sexta decreto mais restritivo em Campina Grande

Reprodução da internet

O prefeito Bruno Cunha Lima reuniu, nesta quinta-feira, 13, parte de sua equipe de secretários e auxiliares diretos para tomar decisões firmes e imediatas em relação à evolução da curva viral da covid-19 em Campina Grande, nas duas últimas semanas. Um pacote de medidas restritivas passará a ser adotado pelo Município, de imediato. “Como sempre deixei claro, nunca teria o menor problema em avançar ou recuar nesse enfrentamento à covid, a depender das circunstâncias”, argumenta.

Duas decisões importantes foram tomadas por Bruno Cunha Lima, com efeito prático para esta sexta-feira, 14: a UPA Dr. Maia, no bairro do Alto Branco, volta a ser reabilitada para atendimento exclusivo de pacientes da covid e um novo decreto, mais rígido, será publicado, com vigência para 15 dias – até uma nova avaliação do quadro epidêmico na cidade.

Ainda nesta sexta, além do próprio decreto, o prefeito anunciará uma série de medidas administrativas que devem ajudar a refrear o avanço da doença, principalmente em faixas etárias mais jovens.

Participaram da reunião de trabalho, no Ipsem, os secretários Gilney Porto (adjunto da Saúde), Rosália Lucas (Desenvolvimento Econômico), Gustavo Braga (Finanças), Asfora Neto (Educação), além do procurador-geral do Município, Aécio Melo. O coordenador de Comunicação, Marcos Alfredo, e o assessor especial, Roberto Santa Cruz, também integraram o grupo de auxiliares de Bruno.

UPA Covid

Com a retomada da UPA Dr. Maia para atendimento exclusivo de casos de covid-19, Bruno Cunha Lima ressalta que o Município volta a ter um reforço de 19 leitos de enfermaria e sete, de UTI.

Com um viés de alta no número de internamentos, o Complexo Hospitalar Municipal Pedro I está com com 68% dos leitos de UTI e 60% de enfermaria ocupados.

Com a mudança, a UPA do Alto Branco passa a atender somente pacientes com suspeita ou diagnóstico positivo do novo coronavírus. Os demais casos clínicos ficam concentrados na UPA Adhemar Dantas, no bairro Dinamérica.

Centros de testagem

O Município também dispõe de três centros de testagem, que funcionam de segunda a sábado para atendimento a pacientes com suspeita da doença. Os serviços aplicam testes e fornecem medicamentos após consulta médica. Eles ficam no Centro de Saúde de São José da Mata, na UBS Ricardo Amorim, nas Malvinas, e UBS Maria de Lourdes Leôncio, no Novo Cruzeiro.

Assessoria