Projeto da UFCG apresenta práticas inovadoras para a formação docente na rede estadual

Proposta para desenvolvimento da Educação Básica foi aprovada pela Fapesq e tem professoras do Campus Cuité como pesquisadoras responsáveis.

O projeto “Currículo e formação continuada docente: práticas e desafios da educação na contemporaneidade”, coordenado pela professora Dra. Marcia Candeia, coordenadora Geral de Graduação da Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande (PRE/UFCG), foi aprovado na última sexta-feira, dia 8, pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq) e pela Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT/PB), através do Edital N° 35/2021, para o desenvolvimento de Pesquisas Cientificas Aplicadas à Educação Básica Pública na Paraíba.

Confira aqui o resultado

A proposta, que tem como pesquisadoras responsáveis, as professoras doutoras Kiara Tatianny Costa e Nayara Tatianna Costa, do Centro de Educação e Saúde (CES), campus Cuité, objetiva realizar um mapeamento e sistematização de como se efetivam os currículos para a Educação Básica, em especial nas etapas do ensino fundamental e médio, reconhecendo o impacto dos atuais modelos de formação docente e apresentando propostas inovadoras, no sentido de fomentar discussões sobre a formação dos docentes da rede estadual.

O projeto tem a duração de 12 meses, com início previsto para novembro de 2021, e envolverá dez participantes na pesquisa. Três pesquisadores docentes da UFCG e um da Educação Básica, três estudantes de graduação iniciação científica da UFCG e três estudantes iniciação científica matriculados no Ensino Médio do Estado da Paraíba.

“O projeto contribuirá para ampliar a relação da Educação Básica com a universidade na Paraíba, bem como possibilitará o mapeamento de práticas de formação exitosas de outros estados e países, o que favorecerá o desenho de um projeto de formação continuada e a construção de um repositório de dados online”, explica a professora Kiara Costa.

(Ascom UFCG)