BrasilDestaques

Aeronautas aprovam proposta patronal por 70% dos votos e encerram greve

Os aeronautas – pilotos e comissários – aprovaram a mais recente proposta patronal, do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), encerrando a greve da categoria. A votação foi encerrada neste domingo (25). No total, 70,11% dos 5834 votos foram favoráveis à proposta e 27,8% foram contrários.

A proposta aprovada manteve o reajuste de INPC mais 1% (totalizando 6,97%) da proposta anterior, mas endereçou alguns pontos sociais como multa para o não cumprimento dos horários de escala e liberdade para que as folgas dos aeronautas sejam iniciadas aos finais de semana.

Ela também endereçou um problema antigo da categoria ao delimitar um prazo de até 4 horas de atraso nas escalas – após esse período as empresas terão de pagar multa de R$ 500. Os sindicalistas afirmaram que alguns tripulantes tinham de esperar até mais de seis horas para iniciar um novo voo – isso sem serem renumerados.

A votação teve início às 6h de sábado e foi encerrada 12h deste domingo, de forma online. A greve provocou de segunda-feira até a última sexta-feira 407 atrasos e 154 cancelamentos em Congonhas, enquanto, no Santos Dumont, foram 362 atrasos e 165 cancelamentos.

A greve, organizada pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), foi aprovada pelos tripulantes no último dia 15 e abraçou os aeroportos de São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte e Fortaleza – sempre das 6h às 8h.

MaisPB

Botão Voltar ao topo