Header Ads

Estudantes de Biologia do CES/UFCG divulgam resultados preliminares de pesquisa sobre cultivo da palma forrageira.

 


Trabalho, realizado em Jaçanã-RN, também visa diminuir os custos da implantação da espécie para o agricultor familiar.

Apesar da suspensão das aulas presenciais no Centro de Educação e Saúde (CES ) da UFCG, em virtude da pandemia, estudantes do curso de Ciência Biológicas do Campus Cuité continuaram realizando trabalhos na região e, agora, passaram a divulgar os resultados preliminares de pesquisas, voltadas ao sistema de cultivo sobre o solo de espécies de palma forrageira.

As atividades foram iniciadas em 2019 no Sítio Chã da Bolandeira, zona rural do município de Jaçanã-RN. Na oportunidade, foi realizada uma montagem de experimento com três variedades de palma forrageira: ‘palma orelha de elefante’, ‘palma miúda ou doce’ e ‘palma baiana ou lisa’, onde está sendo possível fazer uma comparação do cultivo convencional da palma e o sistema de cultivo sobre o solo.

Foto: Assessoria 

O trabalho tem como objetivo investigar o crescimento morfométrico das variedades de palma nos dois sistemas de cultivo, possibilitando minimizar os custos de implantação dessas espécies para os agricultores familiares.

A prática experimental é parte de um projeto de pesquisa e didática, desenvolvido no Campus Cuité da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), sob a coordenação do professor Kidelmar Dantas (CES/UFCG). Integram o grupo de pesquisa, os estudantes Geovani Machado Neto; Jailyne Costa; Letícia Rezende e Samara Araújo.

 

(Ascom CES/UFCG)



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.