Header Ads

Picuiense será ordenado ao Diaconato Permanente este mês.

Neste mês de agosto dedicado às vocações, a Igreja Particular de Campina Grande, na Pessoa de seu Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, irá ordenar 4 Diáconos Permanentes; os candidatos são Maurício Nascimento de Oliveira, Gleydson Lopes do Nascimento, José de Farias Filho e Wanderley José Dantas; eles integram a primeira turma da escola diaconal desde a sua reabertura em 2015.

Wanderley José Dantas

É natural de Picuí, tem 47 anos, é casado com Maria Aparecida da Silva Dantas, há 23 anos, com quem teve um filho, Lucas Dantas. É paroquiano da Paróquia de São Sebastião, em Picuí. Na instância diocesana, é membro da Comissão Diocesana de Animação Bíblico Catequética e da Comissão Diocesana de Liturgia, além de integrar o Conselho Diocesano de Pastoral, o CDP; atua como articulador da Forania do Curimataú. Na Paróquia, exerce função de Ministro Extraordinário da Comunhão Eucarística, é membro da Pastoral Familiar, Coordena a Pastoral da Saúde, é membro do conselho paroquial de assuntos econômicos, da Comissão Missionária paroquial. Sua formação acadêmica é em Direito, atua como Advogado residente em Picuí; Estudou Administração, Teologia, é Especialista em Direito Municipal e Público, Gestão Pública Municipal, Governamental e Responsabilidade Fiscal e Previdenciária. Atualmente é Pós-Graduando em Direito Tributário.

 28 de agosto de 2020 será ordenado Wanderley José Dantas, às 17h30 na Matriz de São Sebastião, em Picuí/PB.

Inscreva-se em nosso canal do Youtube: Clique aqui!

O Diaconato Permanente

A ordem do diaconato, segundo o Catecismo da Igreja Católica (n. 1554), destina-se a ajudar e a servir os bispos e presbíteros. Por isso, o termo “sacerdote” designa os bispos e presbíteros, mas não os diáconos. No entanto, a doutrina católica estabelece que o grau de diaconato é um grau de serviço, estabelecido desde a época dos apóstolos.

Desde o Concílio Vaticano II, a Igreja latina restabeleceu o diaconato como um grau particular dentro da hierarquia. Cabendo a homens casados que se dedicam a ajudar a Igreja por meio da vida litúrgica, pastoral ou nas obras sociais e caritativas, a possibilidade de receberem a ordem do diaconato, unindo-se mais intimamente ao altar, para cumprir seu ministério com maior eficácia, por meio da graça sacramental do diaconato.

Com Ascom (Diocese de Campina Grande)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.