Header Ads

Paraíba alcança mais de 60% de áreas sem seca em 2020, diz ANA

Paraíba tem mais de 60% de áreas sem seca em 2020, diz ANA — Foto: ANA/Divulgação
As áreas sem seca na Paraíba saltaram de 45,29% para 60,37% em 2020, segundo dados do Monitor de Secas, levantados pela Agência Nacional das Águas (ANA). O estudo aponta que é a melhor situação do estado desde 2014.

Conforme a ANA, a redução de áreas e de intensidade da seca no estado aconteceu devido às chuvas de junho, que variaram entre 10 milímetros e 250 milímetros na Paraíba.

Considerando a distribuição das chuvas, houve uma redução da intensidade da seca sobre parte do Agreste, que passou de moderada para fraca; além de uma pequena diminuição da seca fraca na região do Cariri, onde o estado faz divisa com Pernambuco; e no Sertão, na divisa com o Rio Grande do Norte.

Com as chuvas de junho, o Monitor de Secas registrou uma redução das áreas com o fenômeno em sete estados: Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.


João Pessoa é o município da PB com maior volume de chuvas no 1º semestre de 2020


João Pessoa é o município paraibano onde mais choveu no primeiro semestre de 2020, segundo dados extraídos do site da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Conforme o levantamento feito nos primeiros seis meses deste ano, a capital paraibana registrou um índice pluviométrico de 1.768,5 milímetros.

A cidade ultrapassou a média histórica esperada para o período, que é de 1.262,7 milímetros. A previsão do ano, que é de 1.850 mm de chuvas, também foi superada.

Ainda conforme o acumulado da metade do ano, o ranking dos cinco municípios com maiores registros de chuvas conta também com Lucena e Baía da Tração, na mesorregião da Mata paraibana; e Cajazeiras e Olho D’água, no Sertão do estado.

Por G1 PB


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.