Header Ads

Médico que atende em Baraúna-PB é testado positivo para à Covid-19


As informações foram divulgadas pela página oficial da Prefeitura de Baraúna, com a confirmação do primeiro caso de Coronavírus no município do Seridó paraibano. 


O médico que atende na cidade, Dr. Alissonmedes testou positivo para a COVID-19 após a realização de exames dia (26/04). Ele está bem e cumpre isolamento social na capital João Pessoa.

Por ele residir em João Pessoa e trabalhar em Baraúna, tudo indica que não entre nos dados oficiais do município.


O secretário de saúde do município, José Santos, através de comunicado em rede social, alertou a população no sentido de manter o distanciamento social, higienizar as mãos e usar máscaras caso os baraunenses precisem sair de casa para alguma necessidade. 



Nota divulgada pela prefeitura:


95108458_2812047478902901_8235227536674521088_o


O que é o coronavírus?
Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).
Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.
A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

O que é a COVID-19

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que apresenta um quadro clínico que varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maioria dos pacientes com COVID-19 (cerca de 80%) podem ser assintomáticos e cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória e desses casos aproximadamente 5% podem necessitar de suporte para o tratamento de insuficiência respiratória (suporte ventilatório). (Ministério da Saúde).

Diário do Curimataú


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.