Header Ads

Máscaras de pano podem ajudar contra coronavírus, diz ministro

Luiz Henrique Mandetta (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
O Ministério da Saúde (MS) divulgou na última quarta-feira (1º), durante uma transmissão ao vivo concedida pelo ministro Luiz Henrique Mandetta, novas recomendações para a população em relação à aquisição de máscaras descartáveis. O ministro pediu que a população opte por confeccionar sua própria máscara, liberando o uso das descartáveis pelos profissionais da saúde.


Mandetta revelou que a medida se deu pela escassez dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), levando os hospitais a ficarem desabastecidos de máscaras descartáveis, luvas e álcool em gel, por exemplo. “Hoje, nós estamos muito preocupados com a regularização de estoque desses equipamentos”, disse o ministro.

Confecção

O ministro, que também é médico, pediu que a população confeccione sua própria máscara, ao invés de comprar nas farmácias, principalmente em grandes quantidades. “Quem fez estocagem domiciliar (de máscaras)… é na unidade de saúde que tem de ter. Acho que máscaras de pano para os comunitários (população) funcionam muito bem como barreira. Não é caro de fazer, faz você mesmo e lava com água sanitária”, disse o ministro, alertando para que esse tipo de máscara não seja compartilhada e seja trocada a cada duas horas, sendo higienizada.

Máscaras de pano

Ele afirmou que o ideal é que cada pessoa possa fazer uma quantidade de máscaras de pano, desde que as higienizem bem. “Tenha quatro ou cinco máscaras dessas, lave com água sanitária. Agora, é lutar com as armas que a gente tem. Não adianta agora ficar lamentando que a China não está produzindo. Nós vamos ter de criar as nossas armas e serão aquelas que nós tivermos”, completou.

Isolamento

Mandetta também lembrou à população sobre a necessidade do isolamento social ser seguido à risca. “Se nós não fizermos retenção de dinâmica social, se nós sairmos, nos aglomerarmos, se fizermos movimentos bruscos e relaxarmos nesse grau de contágio, sim, você pode ficar com uma série de problemas em equipamentos de proteção individual, porque nós não estamos conseguindo adquirir de forma regular o nosso estoque.”
Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.