Header Ads

Bancada discute emendas e agenda reunião com João Azevêdo

Reunião da bancada federal paraibana em Brasília (Foto: Divulgação)
Integrantes da bancada federal da Paraíba se reuniram nesta terça-feira (1), em Brasília, e iniciaram as discussões sobre a definição das emendas ao Orçamento Geral da União (AGU) para o ano de 2020. O Estado conta com R$ 247 milhões para emendas de bancada e R$ 225 milhões das emendas individuais.
De acordo com o deputado Efraim Filho (Democratas), coordenador da bancada, a reunião foi de fundamental importância para alinhamentos do trabalho que será realizado para escolha das emendas, entre eles, o agendamento de uma reunião com o governador João Azevêdo (PSB), na próxima terça-feira.  “Definimos o acordo de procedimentos e agenda preliminar para que a bancada defina as prioridades de investimentos para o Orçamento 2020″, adiantou.
Efraim informou que prazo final para entrega do relatório com as emendas é o dia 24 de outubro. “O relatório deverá conter a destinação de  R$ 247 milhões para Emendas de Bancada, coletivas e estruturantes, e  R$ 15 milhões para emendas individuais destinadas por cada parlamentar.
Segundo o deputado, além do governador João Azevêdo, no próximo dia 8, a bancada federal vai receber também as entidades interessadas em apresentar pleitos e sugestões a bancada, a exemplo de Universidades, Institutos de Educação, órgãos públicos, autarquias, Hospitais, prefeituras, entre outros.
“Após essa reunião a bancada passará por uma série de reuniões internas para definir as emendas coletivas e individuais. Voltará a se reunir no dia 22 de Outubro para definir o relatório final contendo as prioridades de investimentos dos parlamentares da Paraíba”, declarou.
Além do deputado Efraim Morais, participaram da reunião os deputados Ruy Carneiro (PSDB),Julian Lemos (PSL), Frei Anastácio (PT), Wilson Santiago (PTB), Pedro Cunha Lima (PSDB), Gervásio Maia (PSB), a deputada Edna Henrique (PSDB), o senador José Maranhão (MDB) e a senadora Daniella Ribeiro (Progressitas). Ausentes os deputados Hugo Motta (PRB) e Wellington Roberto (PL) e o senador Veneziano Vital do Rego (PSB).
Texto: Adriana Rodrigues do Jornal CORREIO


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.