Header Ads

Mais de 46 mil vão às urnas decidir futuro de Cabedelo neste domingo

TRE disponibilizou 32 locais de votação no município ((Foto: Elza Fiúza/ABr)
Os quase 47 mil eleitores de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, voltarão às urnas neste domingo (17) para escolherem quem vai governar o município após o afastamento do então prefeito Leto Viana, investigado por envolvimento em um suposto esquema responsável por desvio de recursos públicos na cidade.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), as 138 urnas eletrônicas foram distribuídas em 32 locais de votação. Ao todo, o município possui 138 seções eleitorais.
O TRE convocou 552 mesários e 32 técnicos para atuarem no apoio logístico no dia da votação.
A geração de mídias e a preparação das urnas teve início nessa quarta-feira (12), no Núcleo de Voto Informatizado, no bairro do José Américo, em João Pessoa.

Operação Xeque-Mate mudou dia a dia do município

Desde o mês de abril do ano passado, quando foi deflagrada a Operação Xeque-Mate, a cidade de Cabedelo passa por um momento turbulento em sua história política. À época, além da prisão do então prefeito Leto Viana e o do afastamento do já falecido vice-prefeito, Flávio Oliveira, o município ainda presenciou a prisão de cinco vereadores e o afastamento de outros cinco.
Servidores da prefeitura e da Câmara Municipal também foram alvos da operação, que identificou um suposto esquema responsável por desviar recursos públicos no município.

Escolha do interino

|Após ser eleito presidente da Câmara Municipal, o vereador Vítor Hugo passou a comandar, de forma interina, os destinos da cidade. Com a renúncia do então prefeito Leto Viana, no final do ano passado, a Justiça Eleitoral determinou a realização de novas eleições no município.


Isso aconteceu porque a renúncia de Leto aconteceu ainda no primeiro biênio de seu mandato. Caso o afastamento em definitivo ocorresse após esse período, a escolha se daria de forma indireta, e o novo prefeito escolhido apenas pelos vereadores.
Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.