Header Ads

Mãe que culpou bode por morte de filho é presa suspeita de homicídio


Foi presa, na manhã desta terça-feira (29), a mãe de um menino que morreu após ser espancado pelo padrasto, em crime aconteceu no dia 4 de agosto de 2018 no município de Queimadas, Agreste paraibano, a 145 quilômetros de João Pessoa. A prisão foi motivada após a mulher ser apontada pela polícia por também ter espancado a criança. Na época, os suspeitos alegaram que o menino teria sido atingido por um bode.


Ao Portal Correio, o delegado Iasley Almeida, que investiga o caso, afirmou que depoimentos de testemunhas e do companheiro da suspeita, além de diversas contradições da própria mulher, levaram a polícia a identificá-la como participante do crime.
“Desde o início da investigação a gente tinha a suspeita de que ela tinha participação na morte. Depois que o laudo cadavérico apontou morte por ação dolosa de natureza humana e prendemos o padrasto ela mudou de versão para o ocorrido diversas vezes e essas versões não batiam como que o padrasto falava. Então, surgiu o apontamento de que ela teve participação e resolvemos pedir a prisão dela”, disse o delegado.
Ainda segundo o delegado, a mulher continua negando que tenha agredido o filho. Ela segue presa na carceragem da Central de Polícia Civil em Campina Grande e passará por audiência de custódia nesta quarta-feira (30).
Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.