Header Ads

Prefeitos de 50 cidades da PB devem assinar TAC para fim dos lixões até 6 de dezembro

Ministério Público da Paraíba (MPPB) - Producuradoria-Geral de Justiça — Foto: Krystine Carneiro/G1
Prefeitos de 50 municípios da 2ª microrregião da Paraíba têm até o dia 6 de dezembro para assinarem o acordo de não persecução penal e o termo de ajustamento de conduta (TAC) com o Ministério Público da Paraíba (MPPB) para encerrar os lixões. A data foi informada na tarde desta terça-feira (13), durante reunião com os prefeitos realizada no auditório da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Guarabira.
Os gestores receberam duas minutas: uma de um acordo de não persecução penal no qual o município se compromete a, no prazo de um ano, não destinar mais os resíduos sólidos para os lixões. A segunda de um termo de ajustamento de conduta para a recuperação da área degradada, no prazo de cinco anos.
O procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, abriu a reunião, destacando que a intenção do Ministério Público é resolver o problema dos lixões na Paraíba. Ele contou que na região do Litoral todos os prefeitos assinaram os dois termos com o MPPB.
O procurador de Justiça Francisco Sagres informou que, em contato com a Superintendência de Administração do Meio Ambiente do Estado da Paraíba (Sudema), a licença ambiental para o funcionamento do aterro sanitário de Guarabira, que receberá os resíduos do consórcio formado por 25 municípios da região, deverá ser efetivada até fevereiro de 2019.

G1 PB


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.