Header Ads

Pedreiro é preso suspeito de atrair mulheres por aplicativo e estuprá-las

Suspeito foi preso após dois meses de investigação (Foto: Reprodução/TV Correio)
Um pedreiro foi preso, na noite dessa segunda-feira (1º), suspeito de estuprar várias mulheres na Região Metropolitana de João Pessoa. Segundo apuração da TV Correio, a prisão foi realizada por profissionais do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil, em cumprimento a mandado de prisão temporária solicitado à justiça pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher.
De acordo com as investigações, o suspeito usava um aplicativo de venda de produtos para atrair as vítimas. Ele procurava anúncios de mulheres que ofertassem serviços domésticos, como diarista ou babá, e em seguida entrava em contato com elas. O suspeito se apresentava como mulher e dizia que estava recrutando funcionárias para uma granja em Santa Rita.
Ainda conforme repassado pela polícia, o suspeito sugeria um encontro para acertar detalhes do trabalho com as vítimas e dizia que seu marido ou algum funcionário iria buscá-las para levá-las até a granja. Para justificar o trajeto por um matagal,  o suspeito alegava que a propriedade seria localizada na Zona Rural. Era nessa área de pouca circulação de pessoas que aconteciam os abusos sexuais.
De acordo com a delegada Luisa Lima, três mulheres denunciaram que foram vítimas do suspeito. Uma delas já realizou o procedimento de reconhecimento do agressor.
“Ele se utilizava sempre do mesmo modus operandi. Não temos dúvida que o preso é a pessoa que procurávamos. A gente já deu uma verificada nos celulares apreendidos com ele e há conversas que o comprometem. Só precisamos do exame de DNA para concluir os casos”, informou.
A Polícia Civil pede que outras mulheres formulem denúncias, caso reconheçam o suspeito preso como seus agressores.

Portal Correio



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.