Header Ads

SINPUC REÚNE INATIVOS PARA DEBATER SITUAÇÃO DO IPSENP


Inativos, sindicalistas e o presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Nova Palmeira (IPSENP) se reuniram nesta sexta-feira, 28, para debater a situação financeira da autarquia.

O IPSENP foi recebido pela nova gestão, no início de 2017, com débitos anteriores e parcelamentos de dívidas que não foram honrados.

Em conversa com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Curimataú e Seridó (SINPUC), Sebastião Santos, o presidente do instituto, Marizaldo Dantas Júnior, alertou o dirigente sobre os problemas e pediu apoio para que o IPSENP continue com os seus pagamentos em dia.

Sebastião Santos garantiu colaborar com a gestão para que nem o município e nem os servidores inativos sejam prejudicados.

Marizaldo Júnior solicitou um diálogo com o SINPUC. O presidente do instituto apresentou um levantamento que mapeou os principais problemas pelos quais o IPSENP passa. “Ele chamou a categoria para mostrar a real situação, pedindo alguma contribuição, alguma sugestão do que fazer”, comunicou Janiel César, secretário de Comunicação do SINPUC.

De acordo com Janiel, o instituto atravessa um momento difícil. Após uma auditoria foi constado uma série de problemas nas finanças do órgão.

O instituto está com saldo negativo. Janiel informou que a Prefeitura está pagando as obrigações patronais, creditando os descontos dos servidores ativos e ainda adiantando valores dos reparcelamentos para poder viabilizar a folha de pagamento dos inativos.

O valor mensal da folha, de acordo com o secretário de Comunicação do SINPUC, chega a R$ 172.000,00.

“O sindicato se colocou à disposição, no intuito de tentar solucionar o problema, olhando pra os aposentados, acreditando que os aposentados jamais podem ser penalizados, com salários atrasados ou coisa do tipo, já que eles contribuíram a vida toda”, disse Janiel.

Preocupados com o diagnóstico apresentado situação, os dirigentes do SINPUC vão acompanhar a situação do instituto de perto. Para os sindicalistas será preciso adotar uma política de cooperação, já que o equilíbrio das contas do IPSENP é o que garantirá os salários dos inativos.

SINPUC


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.