Header Ads

Pesquisa científica desenvolvida em Picuí-PB é publicada em revista de relevância internacional.

A pesquisa científica intitulado “Análise do Tempo Médio de Internação em Pacientes com Fraturas Faciais em Hospitais de Urgência e Emergência da Paraíba – PB” desenvolvida no Hospital Regional Felipe Tiago Gomes de Picuí-PB, pela equipe do cirurgião buco-maxilo-facial dr. Edgley Porto, foi publicada na edição número 16 da revista científica Brazilian Journal of Oral and Maxillofacial Surgery – BrJOMS.

“Esta é mais uma pesquisa clínica que desenvolvemos concomitantemente no Hospital Regional de Picuí e Hospital Antônio Targino (Campina Grande), entre os anos de 2011 e 2015 e que agora foi publicada na BrJOMS. Consiste em uma análise do tempo de internação médio de pacientes atendidos por nosso serviço que apresentavam fraturas na face”.

“Após a análise dos dados, chegamos à conclusão que o tempo médio de internação dos pacientes portadores de fraturas faciais foi de 4,3 dias, sendo que pacientes vítimas de acidente de motocicleta permanecem até dois dias de internação hospitalar a mais que vítimas de outros acidentes. O tempo médio de internação hospitalar em geral aumentou em progressão à gravidade da fratura facial diagnosticada, sendo que a etiologia e a região anatômica fraturada são fatores sensíveis que alteram o tempo médio de internação hospitalar, visto que os pacientes que sofreram fraturas mais complexas e fraturas múltiplas de face (envolvendo mais de um osso da face) foram os que permaneceram em média por mais tempo internados”.

“Penso que esta publicação científica será importante para a direção do Hospital Regional de Picuí-PB e para os órgãos competentes, tais como as Secretarias Municipais e Estadual de Saúde da Paraíba, Departamento Estadual de Trânsito, Imprensa, bem como a Sociedade Civil em geral, a fim de que juntos tenhamos melhores condições de formular políticas públicas à essa população do estudo, direcionando com eficiência os recursos com vistas a dar maior prioridade a campanhas preventivas e maior resolutividade no tratamento dos pacientes no próprio município de Picuí, evitando as transferências dos mesmos para os grandes centros como Campina Grande-PB e João Pessoa-PB, o que ocasionará o aumento na superlotação dos hospitais daquelas cidades”.

“Quero agradecer e pedir forças a Deus de poder continuar desenvolvendo esse projeto e expressar aqui minha gratidão a todos que fazem parte do Hospital Regional Felipe Tiago Gomes de Picuí-PB, desde o pessoal de apoio, maqueiros, técnicos, enfermeiros e médicos, indistintamente, sem é claro deixar de ressaltar o apoio da gestão na pessoa dos doutores Martinho Sérgio Casado e Jayme Marcílio, sem o qual não teríamos como desenvolver esta pesquisa”.
Para conferir mais detalhes da pesquisa, acesse:



Dr. Edgley Porto
Cirurgião e Traumatologista Buco-Maxilo-Facial

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.