Header Ads

Cássio não teme por segurança pessoal por votar pelo impeachment de Dilma

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) revelou, nesta segunda-feira (09), que não teme pela sua segurança pessoal por votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e descartou qualquer reforço em sua segurança particular.
“Acho que não é necessário. As pessoas têm o direito de se manifestar, emitir suas opiniões. Eu divirjo dessas opiniões porque só estou votando pelo impeachment da presidente Dilma porque ela cometeu os crimes”, disse.
A sessão para votação do processo no Senado Federal está marcado para a próxima quarta-feira (11). No entanto, no final da manhã desta segunda-feira (09), o presidente interino da Câmara Federal, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu anular a votação do impeachment na Casa, ocorrida no dia 17 de abril. O parlamentar acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.
A decisão deve ser publicada no Diário da Câmara nesta terça-feira (10).
Após a votação do processo na Câmara dos Deputados, alguns deputados e senadores favoráveis ao impeachment foram alvo de protesto de setores da sociedade, sobretudo em aeroportos.
MaisPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.